Página Principal
Apresentação
Biografia
Obras de Arte
Textos Críticos
Fale Conosco
TEXTOS CRÍTICOS

“Alvaro Conde cuja simplicidade é tão grande como o seu talento não faz da pintura meio de vida, mas não pode viver sem pintar porque a pintura é uma necessidade de seu espírito, que tem fome e sede do belo, de que se nutre nos momentos de felicidade interior ou de emoção. Alvaro Conde não é modernista nem inovador ou revolucionário nesses aspectos das artes plásticas: trata-se de um conservador e seguidor das formas clássicas, manejando a paleta ao sabor do sentimento e da sensibilidade.”

Mesquita Neto - Jornalista e Diretor do Jornal A Gazeta. 
< voltarpróxima página >